domingo, 14 de junho de 2015

De repente é amor..

' Logo eu que nem pensava, eu não imaginava te merecer e agora sou o dono desse amor ♪

E muito cedo aprendi a distinguir o amor, digo distinguir porque definir o amor é muito complicado, não se define. Mas aprendi muito cedo a saber quando é amor e nunca fui do tipo que "ama" fácil. Ao terminar um relacionamento de 2 anos e 4 meses com o primeiro amor cheguei a pensar que não ia amar mais ninguém com tamanha intensidade, mas estava errada. Eu sempre soube que podíamos amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, porque o amor é livre. Mas eu, que sempre tive dificuldade em amar, nunca me imaginei amando tanto. E aconteceu! Quando notei já era amor e não sabia o que fazer, mas me sentia feliz por está sentindo isso novamente. Mas o amor é algo bom, o amor começa numa pequena intensidade e se bem regado ele cresce de modo imensurável e na velocidade da luz, que fica difícil controlar. O amor sabe a hora de parar, porque o amor quer o bem, e acima de tudo quer o bem do ser amado. E quando vi já não era preciso fazer escolhas, porque um amor parou de ser regado e se transformou.. sim, se transformou porque o amor ele não acaba, se bem cuidado pode virar uma linda amizade caso contrário pode virar ódio, rancor. Mas enquanto um amor se transformou, deixou ir, não foi capaz de entender; o outro foi regado, cuidado, e quando notei já não tinha saída. E me vi fazendo tudo que eu sempre disse que nunca faria, amando alguém com todas as características nas quais eu nunca me envolveria. Porque o amor é assim, nos faz cometer loucuras, nos torna pacientes impacientes por amar, nos faz errar e acertar de modo a nunca saber qual o certo. E aconteceu, o tempo passou e o amor evoluiu de um modo que o errado já certo e que o certo já não existia. De modo louco, intenso, puro e paciente, com todos os prós e contras o sentimento floresceu e floresce, e talvez nem dê no que preste, mas e daí? amar é se arriscar! E de repente é amor que se sente e te faz feliz, te deixa agoniado, te deixa tenso, mas que acima de tudo te faz querer que tudo dê certo e te faz querer superar os nuncas para fazer o sempre!

"Certo ou errado, o importante é nunca deixar de tentar".

Abraços :* 

domingo, 7 de junho de 2015

Dar um basta nisso...

De repente você olha pra trás e parece que tudo que você fez foi em vão, as noites perdidas, as mudanças de planos, os corres, tudo que você fez para fazer o bem a alguém não valeu de nada. Não teve reconhecimento algum. Pois é, as vezes nos reservamos ao silêncio e após escutar tantas coisas calado, você resolve reagir. A reação pode ser de duas maneiras: uma conversa séria ou um afastamento severo. Pois é, eu não tive escolha.. tentativas em vão de diálogos abertos ao risco, risco de não ser ouvido, risco de ser considerado errado de qualquer forma. E ai só resta a última opção! "Eu resolvi parar, dar um basta nisso de uma vez por todas..." É quase isso, mas nada foi em vão. Agradeço a Deus cada momento lindo e único que passei, cada vez que abdiquei de algo para me doar e tentar acertar, porque ser amigo não é fácil. Talvez você nunca entenda, talvez ninguém nunca entenda, e de verdade eu não vou tentar explicar. Me doei, me entreguei, admiti meus erros, admite erros que sei que não foram meus, mas não temos escolhas, na vida alguns caminhos são beco sem saída. Aconteceu, fazer o que? Seguir, pedindo a Deus que não me faça achar que nada foi em vão, que eu possa tirar lição e seguir. Seguir confiando que ainda existem pessoas que precisam e que merecem dedicação. Seguir evitando cometer os mesmos erros e continuar seguindo tentando ser o melhor, o melhor que eu puder ser. No fim tudo é entre VOCÊ e DEUS, e mais NINGUÉM! Então nunca desista dos seus sentimentos, pessoas entram e saem das nossas vidas para nos ensinar a sermos melhor, para nos ensinar a ser fortes, para nos ensinar a seguir em frente. Então vamos lá, vamos em frente, vamos fazer acontecer, vamos fazer valer a pena. Vamos dar um basta nisso, vamos ser FELIZ! 

"Porque quando sou fraco, então sou forte".
Beijos