segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

É pela paz que eu quero seguir

Amigos leitores, como disse anda meio desligada do blog por puro desleixo de felicidade. Aproveitando cada momento da vida, muitas vezes me vejo esquecida de vim compartilhar com vocês a positividade que me cerca.
Alguns devem estar por dentro das noticias da Bahia e do clima tenso que a ronda com a greve dos policias militares. A paz parece não existir por aqui, as pessoas andam com medo e dormem com medo do que virá amanhã... todos sonhando com a paz. De um lado o governo, do outro os grevistas, pelas ruas os que se aproveitam da situação para tocar terror. A sociedade clama por paz, mas qual a paz que queremos? Com a situação que se instala na Bahia, perdemos o direito de ir e vir por medo da violência... nos tornamos prisioneiros! A paz que eu quero é uma paz libertadora, uma paz que nos traga esperança pro futuro, uma paz que seja forte para que seja duradoura. O momento é de refletir nossas próprias atitudes, parar pra pensar que somos nós mesmos os responsáveis pelo que acontece no mundo. Precisamos resgatar valores de amor ao próximo, valores educacionais, para que possamos garantir a saúde, a segurança e a paz mundial.

Como digo sempre, o mundo depende de nós... de cada atitude que temos. Então vamos pensar positivo e vamos refletir nossas atitudes. E apesar de tudo que nos ronda, vamos ser felizes e aproveitar cada segundo ;)
Beijos nos corações.

2 comentários:

  1. acho umcrime essa greve de policiais

    e compartilhe sim tudo q sente

    bjus e abraços

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu tô vendo essa situação pela televisão, então como você diz depende somente de nós, de algum que tome a atitude certa, e que traga a tão esperada paz.
    Visita? Pensamento sem fim

    ResponderExcluir

Diz ai?? O que achou deste texto ?