quinta-feira, 3 de março de 2011

Desculpa,

eu não queria ter que te pedir desculpas, mas reconheço que errei. Juro que no momento da raiva eu só podia culpar você e todos sabiam que naquele momento eu tinha toda razão. Mas hoje querido eu sei que o erro foi meu. Sim, eu errei a partir do momento em que decide tentar algo com você. Eu errei quando eu aceitei ficar ao seu lado, eu errei todas as vezes em que eu tentei te fazer feliz, eu errei em proferir palavras com tamanha intensidade e profundidade que você não era capaz de aceitar. Eu errei ao zelar você, eu errei em te querer mais, eu errei em acreditar nas suas palavras. Sim, o maior erro foi o meu! Eu errei em te deixar participar de minha vida. E você o que fez? Você apenas me ensinou a não acreditar nas pessoas, você me ensinou a ser mais dura, você me ensinou a observar primeiro, você me ensinou a evitar falar dos meus sentimentos sem antes ter certeza de que a pessoa quer ouvir isso. Eu não devia ter brigado daquele jeito com você, eu não devia ter terminado daquela forma. Então hoje eu volto aqui e te peço desculpa e digo mais, se eu pudesse voltar eu terminaria dizendo as seguintes palavras: "obrigada querido por me ensinar a não confiar de cara no amor de um homem, obrigada por me ensinar a pensar primeiro, obrigada por me fazer infeliz agora. Lhe sou grata por tudo que tens me causado, tenho certeza de que futuramente isso vai me servir! Mas agora que aprendi tudo isso com você, agora que já sofri, agora que aprendi e te agradeci por tudo, agora eu termino com você. Muito obrigada mesmo, espero que você encontre alguém que seja uma ótima professora, sim uma professora assim como você!". É eu lamento não ter te dito isso antes.

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Adorados leitores, escrevi esse texto agora aqui e espero que gostem.
Desculpem o meu sumiço, minha vida anda meio agitada :S
Fiquem com Deus, um beijo no coração!

5 comentários:

  1. Agradeço a visita. Apesar da falta de tempo, sempre dou uma olhadinha no blog.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Milly adorei esse texto,muito real...Parece até uma carta para um futuro ex namorado...kkk!Adorei

    ResponderExcluir
  3. Kamile, querida, acontecer estes tipos de coisas é muito normal. Mas você, por um lado, não tem culpa de ter depositado certa confiança em alguém. Você fez sua parte. Mas, olhando por outro ângulo, o mais crítico, desta vez, nada hoje em dia deve ser feito desviando o olhar para outras situações. Concentre-se no seu plano. Concentre-se no seu alvo, não fuja de suas obrigações e nem vacile.

    Beijinhos e ótimo carnaval!

    Com amor,
    Cynthia ;*

    ResponderExcluir
  4. CARACA! Eu to com o queixo caído.
    Todas as suas palavras passaram a dor que você ta sentindo agora. E como eu me identifiquei com tudo. É Milly, a gente infelizmente, tem que errar pra aprender. E o pior, nunca falamos o que eu realmente queriamos na hora né? A gente só tem a "idéia" depois que o momento já passou.
    Mas eu espero que você fique bem.
    Porque apesar de tudo. A gente querendo ou não. A vida nos faz seguir em frente. Com certeza, ele foi um idiota por ter magoado você.
    Tenho certeza que ele verá isso.

    beijos :*

    ResponderExcluir
  5. nossa q boca aberta muito real msm
    uma experiencia q muitas passam e nao tem coragem d ver noq estao c metendo ou ond foram para isso sim é atitude kerida se um dia precisar ja sei ond estudar minhas falas kkkk
    adorei bjooo

    ResponderExcluir

Diz ai?? O que achou deste texto ?